Partilhar
Príncipes do Nada: Especial Refugiados e uma questão à qual não podemos voltar as costas
Josefinas Blog Principes do Nada

Photo: Instagram @catarinafurtadooficial

Catarina Furtado já é uma cara conhecida de todos os portugueses, assim como o seu programa Príncipes do Nada. Em emissão há uma década, fruto do seu trabalho enquanto Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a população, o programa tem vindo a dedicar-se ao trabalho na área do desenvolvimento humano em países em vias de desenvolvimento e também em solo português.

Príncipes do Nada é um programa que consideramos obrigatório, uma fusão de relatos, histórias e experiências daqueles que lutam pela melhoria das suas condições de vida e dos que ajudam populações desfavorecidas em contextos adversos.

Um conjunto de histórias às quais não podemos voltar as costas, retratadas fielmente — mesmo quando a verdade é tão nua e crua que se torna impressionante — num programa que pretende promover a cidadania e os Direitos Humanos.

Photo: Instagram @catarinafurtadooficial

Ao longo dos anos, Príncipes do Nada foi palco de temas abrangentes e urgentes – a excisão feminina, os sistemas de saúde deficitários, o trabalho infantil e os direitos das crianças, a fome, a educação e a falta dela, a desigualdade de género, as crises humanitárias, o empoderamento das mulheres, a prostituição, a sobreexploração de recursos, etc... – e tem feito os portugueses mergulhar em realidades dramáticas através de exemplos de esperança e mudança.

Atualmente, face à crise de refugiados que vem a assolar a Europa e o Mundo, o programa de Catarina Furtado vê-se adaptado a uma realidade que afeta milhões de famílias, de crianças, de pessoas, de países...

A quinta temporada de Príncipes do Nada termina, então, com esta emissão especial de 10 episódios, dedicada à crise de refugiados.

 

Grécia, Bangladesh, Líbano, Uganda e Colômbia são alguns dos países que Catarina e a sua equipa percorrem, visitando campos de refugiados e seguindo do drama destas vítimas de conflitos que não são seus, e que vêm a sua vida virada do avesso, lutando para reunir a família e simplesmente para sobreviver.

Nesta temporada, será ainda retratada a crise de refugiados do ponto de vista de Portugal, conhecendo, visitando e conversando com os refugiados que aqui residem: o primeiro grupo de 25 refugiados menores de idade, crianças que chegaram a Portugal sem as suas famílias, vindos da Grécia, ao abrigo do programa europeu de recolocação.

 

Esta é uma série que recomendamos vivamente que acompanhe, para que sejamos realmente capazes de entender o que se passa no mundo. Especialmente numa altura em que vemos tanta maldade e parecemos não querer aceitar o que se passa fora do nosso pequeno mundo, quando tanto se fala em solidariedade, mas tantos se mostram incapazes de acolher, quando a integração está na ordem do dia, mas poucos parecem querer fazer com que realmente aconteça.

Do nosso pequeno casulo, há sempre algo que podemos fazer. O mínimo é mantermo-nos informados e educados, sempre que possível doar (o nosso tempo e as nossas capacidades também são bens valiosos!), e sensibilizar quem nos rodeia, difundindo a informação relevante a que temos acesso.

Photo: Instagram @principesdonada

A série documental Príncipes do Nada está disponível na RTP Play e pode ser vista em qualquer parte do mundo, a qualquer hora. Não há desculpas para virar as costas.

Subscreva a newsletter da Josefinas
e não perca nenhuma novidade
Siga a Josefinas no Instagram
Comprar look
Women for Women
290USD